Curtinhas do caçulinha

Nunca vi um serzinho pequenininho tão “faladeiro”. Tudo ele contestan tudo ele responde, sempre balbuciando no idioma dos bebês. Agora, ele começou a atribuir as palavras, os sons, às coisas. Quando a gente fala: “Vamos ver TV”. Ele logo manifesta sua vontade: “Cocó, cocó”, diz referindo-se ao Cocoricó. Se a gente coloca outra coisa, ele continua: “Cocó, cocó”. Se põe o Cocó, ele assiste 30 segundos e vai embora. Depois mais 30 e assim vai durante todo o DVD. Na semana passada, eu ensinei-o a falar “Pessoal”. É muito engraçado porque ele fica concentradíssimo no som e no movimento da nossa boca e depois tenta imitar. Daí, vem um tal de “Uau, uau”, que é o pessoal. “Meu” e “dá” também fazem parte do repertório. “Tiuu” também é novidade. Na primeira vez que ele disse “tio” o olho do meu irmão até brilhou de felicidade. Agora, acho que o tio não aguenta mais a vitrolinha chamando-o o tempo todo. E eu aproveito, é claro: “Vai lá, cuida do nenê, ele quer o tio”. Ah, e ninguém pode entrar no banheiro que ele fala “cocô”. O irmão que ensinou, óbvio. Agora, para não instigar o nenê, ele diz: “Mãe, vou fazer Ce O Ce O”. E assim a gente vai se divertindo e acompanhando o progresso da pessoinha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s